Análise preliminar de risco

Análise Preliminar de Risco (APR) é um estudo antecipado e detalhado de todas as fases do trabalho, que tem como objetivo detectar os possíveis problemas durante sua execução. Essa análise tem início na identificação antecipada de elementos e fatores ambientais que representem perigo elevado.

O desenvolvimento e a implementação da APR devem ser realizados antes do início da execução prática de uma nova tarefa.

As etapas principais da APR devem contar com a participação de todos os envolvidos, para que nenhum detalhe seja esquecido e, assim, toda a estrutura organizacional seja contemplada.

Embora a APR seja de responsabilidade do supervisor da empresa, é fundamental a participação coletiva dos colaboradores e assessoria da equipe do SESMT para que todas as etapas sejam desenvolvidas e o projeto seja implementado de maneira correta e segura.


É responsabilidade do SESMT – Serviço Especializado em Segurança e Medicina do Trabalho – auxiliar no processo de aplicação da APR, bem como prestar as orientações técnicas que se fizerem necessárias. É também responsabilidade do órgão garantir que a análise preliminar de risco seja adequadamente utilizada e que seus dados sejam acessíveis a toda a equipe de colaboradores.

O supervisor, por sua vez, é o principal agente na implementação da APR, pois é de sua responsabilidade garantir que as atividades só serão iniciadas depois da elaboração da análise e da efetivação de suas medidas de prevenção – levando em conta ainda a ordem de serviço (OS) e a permissão de trabalho (PT), quando aplicáveis.

Não menos importante é a participação de todos os envolvidos, para que o conhecimento dos riscos e sua prevenção sejam observados cotidianamente. Assim, torna-se possível que cada indivíduo colabore e acompanhe cada uma das ações previstas, fortalecendo, desta forma, a coesão de todos em busca de segurança e excelência no desenvolvimento do trabalho.

As técnicas, as ferramentas e toda tecnologia disponível devem ser utilizadas, a fim de garantir a segurança e a saúde no trabalho. Todo empenho da empresa é necessário, pois preservar a vida não tem preço.

 

qmn-ANALISE